voltar

Blog > jantar

Receita de espetinhos de frango agridoce


Espetinhos parecem uma forma mais divertida de comer, não é mesmo? Talvez porque remetam aqueles dias de churrasco com a família, talvez porque sejam práticos de degustar e coloridos, já que misturam carnes, vegetais e até mesmo frutas. Bom, a verdade é que a criançada adora um espetinho e essa é uma forma mais fácil de fazer com que as mais chatinhas comam vegetais. Um apelo visual nas refeições sempre ajuda a convencê-los.


A receita de hoje é um pouquinho diferente daqueles espetinhos mais comuns do churrasco de domingo, pois utiliza carne de frango e abacaxi, além de poder ser feita no forno, caso você não possua churrasqueira ou grelha em casa.


Dica: você precisará de mais ou menos 2 abacaxis para esta receita, um será utilizado na forma de suco para marinar a carne e o outro cortado em cubos para montar os espetinhos.


Curiosidade: o abacaxi possui uma enzima chamada bromelina, que ajuda a deixar a carne mais macia, tornando-se assim um ótimo suco para marinar outros tipos de carne e acrescentar um sabor agridoce especial a outras receitas.


Ingredientes:


Para marinar o frango:


— 500 gramas de peito de frango cortado em cubinhos


— 2 colheres de sopa de molho de soja (shoyu)


— 600 ml de suco de abacaxi filtrado


— 2 dentes de alho amassados


Para montar o espetinho:


—15 Palitos de churrasco


— 1 Abacaxi cortado em cubos (mais ou menos 40 cubos)


— 2 Pimentões vermelhos cortados em fatias


— 500 gramas de tomatinhos cereja


— Papel manteiga e forma grande (se for assar no forno convencional)


Modo de preparo:


Primeiro, coloque o frango em uma vasilha com os ingredientes destinados à marinada. Misture bem e leve ao refrigerador por cerca de 30 minutos.


Pré-aqueça o forno a 200°C. Então é hora de começar a montar os espetinhos. As crianças podem ajudar nesta parte, a ordem que seguimos foi:


2 tomates cereja ? 1 cubinho de pimentão ? 1 cubinho de frango ? 1 cubinho de abacaxi: repita esta sequência mais uma vez e finalize com outros 2 tomatinhos cereja.


De qualquer maneira, as crianças podem criar a ordem que preferirem ao ajudarem a montar os espetinhos.


Depois de montar todos os espetinhos (cerca de 12 a 15), forre uma forma grande com papel manteiga. Leve ao forno por cerca de 20 minutos, virando os espetinhos de lado na metade desse tempo. Sirva com arroz integral.


Rendimento: de 12 a 15 espetinhos.

Talharim com iogurte grego e cebola caramelizada


A receita de hoje é para aquelas jantas especiais nestas noites frias de outono: pasta com creme e cebola caramelizada. Uma delícia com textura e sabor inconfundíveis! Além, é claro, de levar ingredientes simples e ser de rápido preparo.


Ingredientes:


— 2 Dentes de alho


— 1 Colher de sopa de azeite de oliva


— 1 Colher de sopa de manteiga sem sal


— 2 Cebolas médias


— 2 Colheres de sopa de açúcar mascavo


— 1 Xícara de caldo de vegetais ou frango


— 300 Gramas de talharim


— 1 Xícara de iogurte grego tradicional (você pode substituir por coalhada ou nata)


— Sal e pimenta do reino a gosto


— 150 Gramas de parmesão ralado


Modo de fazer: coloque o talharim para cozinhar, conforme as instruções do pacote. Esprema os dentes de alho e corte as cebolas em fatias finas. Em uma panela, adicione a manteiga e o azeite, esquente em fogo médio. Adicione as cebolas, refogue um pouco, adicione o alho, refogue mais e acrescente o açúcar mascavo, sempre mexendo. Quando estiver no ponto, as cebolas quase queimando, adicione o caldo de vegetais ou frango e deixe ferver por 5 minutos. Escorra o talharim e o coloque numa vasilha. Despeje o molho de cebolas por cima da massa. Adicione o iogurte, tempere com sal e pimenta e misture bem. Finalize com queijo ralado por cima.


Rendimento: 4 porções.

Lasanha saudável de berinjela

Difícil achar alguém que não goste de lasanha, é um prato quase unânime. O problema são as calorias que cada fatia tem. Mas existem alternativas para substituir os ingredientes mais calóricos e torná-la mais prática e saudável. A receita de hoje ensina a fazer uma lasanha de berinjela sem glúten. Ela também não leva carne, mas é rica em proteínas, uma vez que substituímos por nozes e ricota. Experimente prepará-la neste feriado prolongado para família.

Ingredientes:
Primeiro, faça o molho de ricota:
— 1 ½ Xícaras de nozes (200 g), você pode substituir por castanhas do Pará, de caju ou amêndoas, se preferir.
— 2 Xícaras (300 g) de ricota fresca
— ½ Xícara de folhas frescas de manjericão
— 2 Colheres de sopa de orégano desidratado
— Suco de 1 limão
— 1 Colher de sopa de azeite de oliva
— 1 Colher de sopa de sal
— Pimenta do reino a gosto
— ½ Xícara de água
— Opcional: 1 xícara de queijo parmesão ralado (para dar mais sabor)

Modo de fazer: bata todos os ingredientes no processador ou liquidificador, colocando os líquidos por baixo. Vá adicionando água aos poucos, para adquirir consistência. Reserve.

Depois, o molho de tomate:
— 4 Tomates maduros
— 1 Dente de alho picado
— 1 Cebola picada
— 1 Colher de sopa de azeite de oliva
— 1 Colher de sopa de mel
— Sal e pimenta a gosto

Modo de fazer: refogue o alho e a cebola no azeite de oliva. Adicione os tomates picados e sem as sementes. Refogue e deixe cozinhando em fogo médio por 30 minutos. Adicione sal e pimenta a gosto e corrija a acidez com o mel.
Montagem da lasanha:
— 3 Berinjelas fatiadas
— 2 Colheres de sopa de azeite de oliva

Modo de fazer: Pré-aqueça o forno a 200°C. Esta é a parte mais fácil. Unte a forma com o azeite de oliva. Disponha uma camada de molho de tomate, uma de berinjela e outra do molho de ricota. Repita as camadas: molho de tomate, berinjela, molho de ricota, montando a lasanha. Você pode pôr um pouco de parmesão e azeite de oliva por cima para gratinar. Leve ao forno por 40 minutos. Sirva em seguida.

Rendimento: 10 porções.

2 receitas saudáveis de pão de queijo

Não tem nada mais gostoso do que um delicioso pãozinho saindo do forno, ainda mais com esse friozinho que está começando. Que tal experimentar essas duas receitas alternativas do nosso tradicional pão de queijo? Para o lanche da tarde ou café da manhã, junto com uma xícara de chá ou café quentinho, não tem nada mais reconfortante para a criançada. O legal das receitas é que são livres de glúten, engordam menos e, no lugar da farinha, levam dois tubérculos da estação e que são muito benéficos para a saúde: a mandioquinha e o inhame.

Pão de queijo de mandioquinha
Conhecida por mandioquinha, batata-baroa ou batata salsa, dependendo da sua região. É um tubérculo rico em vitaminas dos complexos A e B, além de cálcio, magnésio e fósforo.
Ingredientes:
— 2 Mandioquinhas (mais ou menos 250 g)
— 1 1/3 Xícara de polvilho doce
— 2/3 Xícara de polvilho azedo
— 4 Colheres de sopa de azeite de oliva
— 3 Colheres de sopa de água
— ½ Xícara de queijo parmesão ralado
— ½ Colher de chá de sal

Modo de fazer: descasque as mandioquinhas, corte-as em cubinhos e cozinhe-as. Quando estiverem macias, escorra-as e amasse-as com ajuda de um garfo, até formarem um purê. Adicione os demais ingredientes e misture bem, sovando a massa até ela tornar-se lisa e homogênea. Pré-aqueça o forno a 180°C. faça pequenas bolinhas com a massa e disponha-as sobre uma assadeira forrada com papel manteiga ou untada com um fio de óleo. Asse por cerca de 30 minutos a 180 °C ou até os pães ficarem douradinhos.
Rendimento: 20 pãezinhos

Pão de queijo de inhame
O inhame é o mais nutritivo dos tubérculos consumidos no Brasil. Em algumas localidades, é também chamado de cará, mas na verdade, inhame e cará são dois tubérculos diferentes. O inhame é mais fibroso e nutritivo, possui uma coloração mais escura. Rico em vitamina C e em vitaminas do complexo E e B, ajuda no fortalecimento do sistema imunológico.

Ingredientes:
— 6 Inhames
— ½ xícara de polvilho doce
— ½ xícara de sopa de polvilho azedo
— ½ xícara de azeite de oliva
— ½ xícara de queijo parmesão ralado
— 1 Colher de sopa de alecrim fresco
— 1 Colher de sopa de sementes de chia (opcional)
— 2 Colheres de sopa de água
— 1 Colher de café de sal

Modo de fazer: o procedimento é parecido com o do pão de queijo de mandioquinha. Descasque e pique os inhames e coloque-os para cozinhar em água quente. Depois, escorra-os e, com ajuda de um garfo, faça um purê. Acrescente os outros ingredientes ao purê. Pré-aqueça o forno a 200°C. Sove bem a massa até ela ficar lisinha e homogênea. Quando ela não estiver mais grudando nas suas mãos, faça bolinhas e coloque-as numa forma forrada com papel manteiga ou untada com um fio de óleo. Asse por 30 minutos a 200°C ou até os pães ficarem douradinhos.
Rendimento: 20 pãezinhos.

Chá natural para fortalecer o sistema imune

Mudança de estação é sempre uma época complicada para nossa imunidade e, principalmente, para a imunidade das crianças, que ainda não está completamente desenvolvida. Quando chega o outono e as temperaturas caem, é muito comum que elas tenham resfriados, gripes e alergias.
Nosso sistema imune responde àquilo que está à nossa volta: ao nosso humor, às nossas emoções, ao ambiente e ao que comemos. Por isso, consumir alimentos que o auxiliam em seu trabalho quando passamos por mudanças climáticas e, até mesmo, períodos de estresse, é uma forma natural de prevenir chateações como um nariz escorrendo, dores no corpo ou espirros constantes.
Levando em conta o friozinho que está chegando ou, dependendo da sua região, que já chegou, que tal um chá reconfortante no fim do dia? O docinho do mel com o perfume do gengibre e a acidez do limão formam um elixir natural, amigo da imunidade dos pequenos e dos adultos também.

Ingredientes:
Suco de 1 limão
Raspas de 1 limão
Mais ou menos 5 centímetros de raspas de gengibre
2 colheres de sopa de mel
300mL de água quente (a mais ou menos 90°C)

Modo de preparo: primeiro, raspe o limão antes de cortá-lo ao meio, é mais fácil retirar as raspas quando ele ainda está inteiro. Então, corte-o e esprema seu suco numa caneca grande. Adicione os 5 cm de gengibre picadinho em pedacinhos menores, adicione as raspas de limão e as duas colheres de mel. Complete com água quente e misture bem. Espere cerca de 5 minutos pela infusão do gengibre e das raspas de limão e então sirva.

Benefícios do limão para a saúde: todos sabemos dos benefícios de seu suco, porém, sua casca é ainda mais saudável, pois, além de conter vitamina C, vitamina A, betacaroteno, cálcio, ácido fólico, magnésio e potássio como o suco, também ajuda na digestão e faz bem ao fígado.
Benefícios do gengibre para a saúde: o gengibre fresco é um estímulo ao sistema imune na batalha contra vírus, bactérias, muco e também ajuda na expectoração.
Benefícios do mel para a saúde: o mel reduz tosses e irritações na garganta, fortalece o sistema imune, protege o estômago e também combate vírus, bactérias e fungos em nosso organismo.

Dica: quando o resfriado, gripe ou alergia já chegou, você pode adicionar um dente de alho ralado ao chá. Ele não vai ficar tão cheiroso, mas vai ajudar muito na recuperação.
Benefícios do alho para a saúde: alicina e alina são os componentes do alho responsáveis por suas propriedades antibacteriana, antiviral e antifúngica. Essas substâncias também estão presentes, por exemplo, na cebola, mas é o alho que possui uma maior concentração.

Receita de verão: gelatina de café

Nossa última receita de verão é uma sobremesa leve e saborosa, versão gelada e facílima de preparar do nosso tradicional cafezinho e que vai agradar crianças e adultos. Na verdade, é uma sobremesa tipicamente japonesa, por mais que não pareça. Uma ótima opção simples, prática e barata.

Ingredientes
- 750mL de café coado bem forte
- 3 Envelopes de gelatina sem sabor
- 1 Lata de leite condensado
- 1 Lata de creme de leite

Modo de preparo:
Primeiro, coe o café utilizando mais pó do que o normal, pois é importante que a gelatina tenha um sabor acentuado para combinar melhor com o creme. Se preferir, ao invés de café coado, você pode utilizar café instantâneo.

Com o café ainda quente, incorpore 1½ envelope de gelatina sem sabor, da forma como indicam suas instruções: primeiro, hidrate o pó de gelatina, depois leve ao fogo por alguns minutos. Ainda no fogo, adicione o café quente à gelatina hidratada e misture bem. Despeje a gelatina num refratário comprido e baixo. Leve à geladeira após esfriar.

Depois de pelo menos 4 horas na geladeira, retire a gelatina e cheque se ela está durinha. Se sim, corte-a em cubinhos e reserve.
Para a preparação do creme, bata no liquidificador ou à mão uma lata de leite condensado com outra de creme de leite. Repita o mesmo procedimento de hidratação dos outros 1 ½ envelopes de gelatina sem sabor e leve ao fogo. Da mesma maneira, adicione o creme batido à gelatina hidratada ainda no fogo, misturando bem.

Espere o creme esfriar e adicione-o a uma tigela alta. Coloque os cubinhos de gelatina de café dentro do creme. Leve à geladeira por pelo menos mais 4 horas e sirva bem gelado.

Rendimento: 10 porções