voltar

Blog > Calesita

Kit de Cozinha na lista dos Melhores Brinquedos do Ano!

Há 11 anos, a Revista Crescer publica uma lista com os melhores lançamentos em brinquedos do ano, eleitos pelas crianças.

Quem melhor entende do assunto avaliou e testou o Kit de Cozinha, um dos nossos lançamentos, e colocou a Calesita mais uma vez na lista.

O Kit de Cozinha vem com todos os acessórios para uma brincadeira deliciosa na cozinha de faz de conta, e vem nas cores verde, branco e laranja. Além de deixar a brincadeira mais divertida, o Kit de Cozinha também ajuda a estimular habilidades importantes, físicas e cognitivas, como Imaginação, Criatividade, Resolução de Problemas, Aprendizado pela Imitação e muitas outras. Confira mais detalhes aqui.

Receita nutritiva para os dias frios: sopa minestrone

O minestrone é uma receita italiana que consiste num mix de legumes normalmente acompanhado de arroz, feijões, macarrão e caldo de carne ou vegetais. Os legumes escolhidos variam conforme a disponibilidade da estação. “Minestra” significa “sopa” em italiano e o sufixo “-one” equivale ao aumentativo “-ão” do português, portanto, o minestrone é como um “sopão” italiano. Uma opção muito nutritiva para a criançada e uma ótima pedida para os dias frios que estão chegando. A receita abaixo, além de deliciosa, é fácil de preparar, confira!

Ingredientes:
- 2 colheres de sopa de azeite de oliva
- ½ cebola roxa picada
- 1 dente de alho amassado
- 1 ramo de salsão ou aipo picado
- 1 cenoura picada
- 1 pepino picado em rodelas
- 1 xícara de feijão vermelho cozido
- 1 xícara de feijão branco cozido
- ½ xícara de manjericão fresco e picado
- 1 folha de louro
- 1 colher de chá de orégano
- 1 colher de chá de tomilho
- 4 xícaras de caldo de vegetais
- 1 xícara de tomates picados
- 1 xícara de parmesão ralado
- 2 xícaras de folhas de espinafre
- ½ xícara de risoni (macarrão em formato de arroz) ou macarrão conchinha
- sal e pimenta a gosto
- salsinha para salpicar

Modo de fazer: Comece refogando no azeite de oliva a cebola, o alho, o salsão e a cenoura durante cerca de 10 minutos. Então, adicione o pepino e refogue por mais 5 minutos. Logo em seguida, adicione os feijões, o manjericão fresco, a folha de louro, o orégano, o tomilho, o caldo de vegetais e os tomates picados. Cubra a panela parcialmente e deixe fervendo por cerca de 10 minutos em fogo médio. Enquanto isso, cozinhe o macarrão conchinha ou risone em uma panela separada e reserve. Passados os 10 minutos, abaixe o fogo da panela de sopa e adicione as folhas de espinafre e metade da xícara de parmesão, mexendo um pouco para que o queijo derreta e o espinafre seja incorporado à sopa. Finalize o tempero com sal e pimenta a gosto.
Para servir, coloque uma colherada do risone ou macarrão conchinha em um bowl ou prato fundo. Então, despeje a sopa por cima, salpicando com salsinha e mais queijo parmesão.

Rendimento: 6 porções.
Imagens: Pinterest.

DIY outono: arte com folhas secas

Que tal aproveitar as mudanças que o outono causa na paisagem com uma atividade artística para a criançada? A ideia é fazer colagens com folhas secas que caem das árvores nesta época do ano. Os materiais necessários são simples e, usando a criatividade, os pequenos podem montar lindas composições!
Materiais:
- folhas secas
- cola
- papel cartão, canson ou cartolina
- canetinhas coloridas
- tesoura sem ponta

Colete as folhas em um passeio com os pequenos por um parque, perto de casa ou qualquer área arborizada. Deixe as folhas prensadas dentro de um livro durante algum tempo, para que fiquem com a superfície regular. Depois é só soltar a imaginação e montar colagens de animais, paisagens, o que a criatividade do pequeno pedir!
Confira algumas ideias:




Tenha em mente o que a criança deseja fazer na colagem para coletar folhas, flores e galhos que fiquem bem na composição. Utilize a tesoura para delinear melhor as formas das folhas, galhos e flores. Depois é só colar no papel e, com canetinhas coloridas, adornar as figuras. Você pode também utilizar outros materiais para o acabamento das colagens: lantejoulas, formas recortadas em papel colorido, etc.




As colagens ficam tão lindas que podem até ser emolduradas e fazer parte da decoração da sua casa!

Imagens: Pinterest.

Dicas para a volta às aulas

É um clássico do início do ano: a corrida em busca do material escolar das crianças. Os pais mais espertos já estão adiantados na função, pesquisando preços e listando os itens necessários. Deixar para os últimos dias pode ser uma correria digna de véspera de natal, por isso é hora de se mexer e seguir algumas dicas para economizar nesta volta às aulas!

1- Faça uma lista, organizando os pedidos da escola e marcando os itens já adquiridos. Não ceda aos pedidos absurdos ou desnecessários das instituições, como materiais de higiene, limpeza e remédios, artigos que não são responsabilidade dos pais.
2-Comece em casa, separando os materiais escolares de anos anteriores: tesouras, lápis, papéis e cadernos não utilizados, etc. Mochilas, estojos e lancheiras certamente podem ser reutilizados, a não ser que apresentem desgastes irremediáveis. Não ceda aos pedidos das crianças para trocar algum item ainda útil por um novo, levando em conta apenas os desenhos ou personagens da estampa.
3-Evite materiais com personagens, além de encarecerem os produtos, eles conferem uma vida útil ao produto equivalente ao gosto dos baixinhos pelo herói ou heroína, não ao seu tempo real de uso.
4-Reutilize materiais inacabados, como cadernos, lápis, borrachas. Nem tudo precisa ser novinho em folha só porque o ano letivo mudou.
5-Customize capas de cadernos ou livros antigos, esta é uma ótima ideia para mudar o visual dos cadernos ainda na metade ou dos livros antigos. Utilizando tecido ou papéis decorados, as próprias crianças podem escolher uma nova capa.
6-Envolva as crianças nas escolhas. Esta é uma ótima oportunidade para explicar a elas noções de economia e os benefícios que poupar traz no longo prazo.
7-Pesquise preços, a internet é uma grande aliada, refinando a busca e já trazendo as melhores condições.
8-Negocie as condições de pagamento, pechinche! Se for parcelar o valor, aceite apenas parcelas sem juros, se for à vista, tente um desconto de no mínimo 5%.
9-Compre no atacado. Se for possível, junte um grupo de pais para uma compra conjunta, aproveitando os descontos do atacado. Os produtos básicos, como lápis e canetas, que crianças de quase todas as idades escolares precisam, podem ser comprados nesses lugares com quase 90% de desconto.
10-Compre com antecedência. Os produtos escolares aumentam de preço no período de volta às aulas, a partir do final de janeiro e durante fevereiro.

Então não perca tempo! Já estamos quase na metade de janeiro e o melhor momento para as compras escolares está passando! Muita paciência e boa sorte!

Crianças fazendo música

Existem dezenas de boas razões para que as crianças se envolvam com a música, aprendam a tocar um instrumento, façam aulas de canto ou tenham noções de teoria musical, pois tudo isso desenvolve as capacidades de ler e escrever, o raciocínio lógico e a concentração. Os pequenos músicos têm mais facilidade com matemática e ciências, já que ela ajuda a desenvolver habilidades de raciocínio e o desenvolvimento cognitivo. A musicalidade também aumenta a autoestima infantil, estimula a dedicação aos estudos e o senso de comprometimento. Aprender música é extremamente divertido e compensador, cada nova partitura, cada novo acorde é um desafio que, para ser alcançado, exige muito treino e perseverança.

Para os bebês, a música é uma parte natural do dia-a-dia: eles podem cantar para seus bichos de pelúcia, bater os pezinhos no ritmo de canções de ninar e desfrutar do som de seus pais cantando canções - mesmo se a mãe e o pai não conseguem conduzir uma melodia muito bem. Mas isso é muito mais do que uma forma de entretenimento para os bebês, já que potencializa a aprendizagem durante os primeiros anos de vida. A música contribui para o que os especialistas chamam de "um rico ambiente sensorial": a exposição das crianças a uma grande variedade de sabores, cheiros, texturas, cores e sons, provocando experiências que podem aumentar o número de conexões entre os neurônios de seus cérebros em formação.

A maioria das crianças está pronta para o aprendizado formal da música entre os 5 e 7 anos. O piano é o instrumento mais intuitivo para a alfabetização musical, mas os instrumentos de corda também podem ser boas opções. Os instrumentos de metal e de sopro são fisicamente mais desafiadores e podem não ser apropriados para os baixinhos antes dos dez anos de idade.

Se você pensa em matricular o seu filho em aulas de música, pense previamente nos seguintes aspectos:

- Tocar instrumentos musicais cria exigências físicas sobre a criança. O seu filho tem o desenvolvimento físico adequado e a coordenação motora fina para isso? O professor de música pode ajudar a responder essas questões.
- A criança consegue manter seu foco em apenas uma coisa durante 20-30 minutos?
- Ela tem sensibilidade musical? Pode manter um ritmo constante, identificar notas incorretas em uma canção familiar e repetir padrões básicos de ritmo e afinação? Se a resposta for não, o trabalho sobre essas habilidades deve ser iniciado antes das aulas formais.
- Você está disposto a assistir às aulas regularmente e ajudar a garantir que a criança pratique frequentemente?
- Você acha que o seu filho estará disposto a praticar? O que vai fazer se ele não gosta das aulas?

Chegue às respostas para essas questões sempre considerando a opinião da criança. Então é hora de decidir se é interessante ou não para o seu filho a iniciação musical. De qualquer maneira, aprender música não tem idade, às vezes é preciso mais maturidade para encarar o comprometimento ou para ter um desenvolvimento melhor na atividade.

Making Of do novo Catálogo Calesita 2015

Uma das coisas mais lindas da infância é a capacidade que as crianças possuem de sempre buscar o sorriso por trás de todas as coisas! Tudo pode virar encantamento na mão dos pequenos! O próprio mundo adulto se transforma em um lugar maravilhoso e cheio de descobertas a serem exploradas em todos os momentos.

Por isso a brincadeira é tão importante para as crianças desbravarem esse mundo novo que se ergue em torno delas, um lugar que ainda se confunde com a fantasia o tempo todo. E esse mundo visto pelos olhos infantis também é capaz de ensinar muitas coisas para quem já cresceu.

Brincar é uma forma das crianças aprenderem sobre a vida, mas também uma oportunidade para os adultos aprenderem o que elas têm para ensinar. Por isso a Calesita lança seu novo catálogo 2015 com a inspiração nessa imaginação infinita, que sempre enxerga o lado belo do mundo através das brincadeiras!

Confira o vídeo do making of do catálogo e fique ligado para o lançamento da campanha Calesita 2015!