voltar

Blog > Valores

Cachorro quente com vegetais

Releituras saudáveis de receitas clássicas são sempre uma boa pedida para quem tem criança em casa. Este cachorro quente com vegetais da receita de hoje é uma opção leve para os dias quentes que se aproximam.

Ingredientes:
1 xícara de cenoura ralada
1 xícara de rabanete ralado
1 pitada de sal
¼ xícara de açúcar
½ xícara de vinagre
1 xícara de água

Misture esses ingredientes em uma vasilha grande, como se fossem uma salada. Coloque no refrigerador por pelo menos meia hora.
Depois, para montar os cachorros quentes, você vai precisar de:

8 salsichas grelhadas
8 pães de cachorro quente
1 pepino grande em fatias
½ xícara de molho barbecue
Folhas de salsinha
Pimenta jalapeño (opcional)

É só colocar uma salsicha em cada pão, com uma dose generosa da salada, fatias do pepino, finalizando com um pouco de molho barbecue e folhas frescas de salsinha.
Se gostar de sabores apimentados, experimente adicionar duas ou três fatias de pimenta jalapeño ao sanduíche.

Rendimento: 8 porções

Xícaras: ideias para se inspirar!

Uma pausa na correria do dia a dia para a gente se inspirar em criativas ideias de decoração que garimpamos no Pinterest para você.
Seja para uma festinha de aniversário, chá de bebê, chá de panela ou simplesmente para um encontro com amigos, confira algumas sugestões que têm as tradicionais e charmosas xícaras de chá como tema principal:

Imagens: Pinterest

Dicas para um sono melhor

O sono dos pequenos é uma das mais importantes tarefas das quais os pais estão encarregados. Por isso, quanto mais informações e dicas tivermos ao nosso dispor, melhor.

A seguir listamos algumas das mais importantes para facilitar essa tarefa às vezes tão difícil:

- Evite televisão, tablete, computador ou outros dispositivos eletrônicos pelo menos uma hora antes da hora de ir para a cama. O estímulo e a luz das telas desses aparelhos desaceleram o processo do sono.

- Crianças que se exercitam fisicamente através de atividades físicas como brincadeiras e esportes tendem a ter uma qualidade do sono superior aos que têm uma rotina mais sedentária.

- O ambiente faz toda a diferença. Tranquilidade, silêncio e pouca ou nenhuma iluminação são fundamentais.

- A rotina é importantíssima para a qualidade do sono do pequeno. Saber que tem hora para dormir e para levantar contribuem para a melhor adaptação do organismo.

- O jantar deve preferencialmente acontecer por volta de 2 horas antes da hora de dormir. Uma refeição leve e balanceada ajuda a evitar mal estar durante a noite e garante que os pequenos não tenham o sono interrompido por estarem com fome.

5 dicas para a hora das refeições

Segundo estudo recente nos EUA, é nos primeiros anos de vida que aprendemos a nos alimentar. Pensando nisso, separamos algumas dicas para você adotar em casa para ensinar desde cedo hábitos saudáveis de alimentação para seu filho.
Confira:

- Dê o exemplo. Os pequenos observam e aprendem a partir do exemplo dos adultos. Adote alimentos saudáveis na sua dieta e evite mostrar aos pequenos hábitos que você não quer que eles adotem.

- Diversifique os pratos oferecidos aos bebês. Além de oferecer o máximo de nutrientes possível, é importante ensinar a eles desde cedo todas as possibilidades e também conhecer quais são suas preferências. Vale lembrar que as papinhas podem ser saborosas também. Mesmo sem precisar adicionar sal, elas podem ser preparadas com cebola, alho , salsa, etc.

- Acostume seu filho a beber bastante água desde cedo. Evite oferecer bebidas como refrigerantes ou sucos industrializados o máximo que puder. A água é a melhor opção para matar a sede, hidratar, ajudar no funcionamento do organismo em geral, inclusive do intestino.

- Até os 2 anos, a criança tem capacidade de saber quando está saciada ou não. Deixe o pequeno comer o quanto quiser. Oferecer uma porção maior do que o necessário pode causar frustração ou incentivar a criança a comer mais do que necessita, dando origem a outros problemas que podem se agravar na vida adulta. Observe o quanto seu filho normalmente come, e leve em consideração na hora de preparar a quantidade de comida a ser servida. Nunca force a criança a comer.

- Tenha horários para as refeições. A rotina ajuda o metabolismo da criança a se organizar e a criança aprende a identificar sensações de saciedade ou fome. A rotina contribui também para o dia a dia dos pais, que podem adaptar seus horários com mais facilidade.

Dicas para como limpar os brinquedos das crianças

Para evitar alergias e doenças causadas por microorganismos que podem se proliferar no quarto e nos brinquedos das crianças, é importante prestar atenção nos cuidados com a higiene dos objetos que fazem parte da rotina dos pequenos. Separamos algumas dicas práticas para limpar os brinquedos. Confira abaixo:

- Brinquedos de borracha ou E.V.A. – podem ser higienizados com água e sabão ou apenas com um pano umedecido com álcool.

- Brinquedos de pelúcia – envolva os brinquedos em um saquinho protetor próprio ou uma fronha e leve à máquina de lavar, selecionando o ciclo para roupas delicadas. Seque os bichinhos em local arejado e ensolarado.

- Brinquedos de madeira – use um espanador, um pano seco ou levemente umedecido, já que o material, normalmente MDF, pode absorver água.

- Eletrônicos – use espanador ou pano macio seco. Retire as pilhas quando não estiver utilizando.

- Plástico – brinquedos de plástico podem ser lavados com água e sabão, colocados na máquina de lavar louça ou serem limpos com pano umedecido em álcool.

5 verdades sobre chupetas

Mito ou verdade? O que as chupetas trazem de benefícios ou o contrário para os pequenos? Todo pai e toda mãe já se deparou com essa questão pelo menos uma vez. Que tal então conferir algumas verdades sobre a tal falada chupeta?

- A chupeta pode atrapalhar a amamentação caso seja introduzida na rotina do bebê antes de o hábito de mamar estar totalmente estabelecido. A musculatura utilizada e a posição da boca do bebê com a chupeta é diferente da usada para mamar, o que pode atrapalhar o processo.

- Opte sempre pelas chupetas ortodônticas para prevenir problemas com dentição e respiratórios.

- A chupeta deve ser usada com moderação e o ideal é tirá-la do uso até os 2 anos de idade.

- A chupeta acalma o bebê mas o hábito pode levar o pequeno a engolir ar, levando a formação de gases e cólicas consequentemente.

- A chupeta deve ser trocada a cada 2 meses e lavada em água corrente toda vez que cair no chão ou entrar em contato com superfícies contaminadas.